BLOG

__
12/08/2022

Como os blindados se comportam em caso de acidente?

Com o aumento da violência nas grandes cidades e a redução do preço da blindagem de veículos nos últimos anos, é cada vez mais comum encontrar esse tipo de carro circulando nas ruas e estradas.

Mas será que, em caso de acidente, um blindado também é mais seguro que um automóvel comum? Ou será que a proteção extra na lataria e os vidros mais espessos são um risco a mais para os ocupantes?

Para tirar essas e outras dúvidas, consultamos especialistas no assunto que confirmaram: a integridade física dos ocupantes de um blindado é mais bem preservada que em um veículo sem a proteção.

A segurança em impactos é maior devido à chamada gaiola de proteção, formada pelo acréscimo de elementos de blindagem que ampliam a rigidez do automóvel.

“Acompanhei anos atrás um crash-test feito em uma montadora. O habitáculo ficou mais íntegro com a batida do que normalmente ocorre em um veículo sem blindagem”, afirma Ricardo Bock, professor de engenharia automobilística da FEI.

Numa blindagem bem feita, as zonas de deformação do automóvel são preservadas. Além disso, há ainda os overlaps (anteparos na junção entre lataria e vidros para evitar a entrada de projéteis), que também servem de reforço à cabine em caso de batida. Há técnicos da área que falam que esse tipo de veículo fica até 30% mais seguro, mas de fato não há estudos que confirmem esse número.

Quanto aos outros airbags, a diferença de peso (uma blindagem acrescenta em média 200 kg, peso equivalente à de três adultos) não influencia no tempo de abertura. Para verificar se o airbag lateral está adequadamente instalado, só levando o veículo a uma boa blindadora ou a um serviço de vistoria técnica especializada.

Fonte:

Link fonte:


Outras Notícias